sábado, 3 de março de 2012

Quero chorar




Essa vontade de chorar...
Não por dor, nem por amor.
É por estar aqui, inteira e verdadeira.
Mostrando as poesias que falam dos meus sentimentos sufocados.
Escondi minhas emoções em rascunhos que hoje declaro.
Palavras de uma vida que ninguém leu.
Um sonho que quase morreu.
Fui poeta muda de uma platéia surda...
Até o dia em que fizeram gritar minha alma.
A magia que era secreta,
agora é livre,
poeta.

Gizelle Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário